2018 | INOBRAM AUTOMAÇÕES | +55(46) 3225-6575 | Rua Maria Daminelli Marini, 10670 | B. Planalto | 85509-248 | Pato Branco | PR

  • s-facebook
  • Twitter Metallic
  • s-linkedin

Linhas de Financiamento

Cartão BNDES

Financie a produção/aquisição isolada de máqs./equiptos., inclusive agrícolas, novos, credenciados no BNDES e/ou aquisição de máqs./equiptos. novos, de fabricação nacional, credenciados no BNDES, associados a projeto de investimento; e em operações de arrendamento mercantil;

 

Você pode financiar através do convênio com o BNDES máqs./equiptos. novos, inclusive agrícolas, aí incluídos conjuntos e sistemas industriais, máqs.-ferramenta, embarcações, aeronaves, vagões e locomotivas ferroviários e metroviários, tratores, colheitadeiras, implementos agrícolas e máqs. rodoviárias e equiptos. para pavimentação; Ônibus, chassis e carrocerias para ônibus, caminhões, caminhões-tratores, carretas, cavalos-mecânicos, reboques, semirreboques, chassis e carrocerias para caminhões, aí incluídos semi-reboques tipo dolly e afins, carros-fortes e equipamentos especiais adaptáveis a chassis, tais como plataformas, guindastes, betoneiras, compactadores de lixo e tanques, novos, devidamente registrados no órgão de trânsito competente;Apenas os bens a que se refere o item 1, com exceção de embarcações, e desde que associados a projetos de investimento, são passíveis de financiamento no âmbito do Produto BNDES AUTOMÁTICO.Obs.: Não são passíveis de apoio, no âmbito do Programa, empresas brasileiras sob controle de capital estrangeiro que exerçam atividade econômica não especificada no Decreto nº 2.233, de 23.05.1997, e alterações, estendida a vedação a Arrendatárias.

Venda por cartão de crédito BNDES MASTERCARD

As micro, pequenas e médias empresas são diretamente beneficiadas pelas linhas de crédito do BNDES para o financiamento de bens de fabricação, bens de produção, insumos e outros itens relacionados à realização de investimentos para expansão do negócio.

 

O Cartão BNDES MasterCard é um meio de pagamento eletrônico criado para simplificar e tornar mais rápido e seguro o acesso a linhas de financiamento. O BNDES apoia o desenvolvimento das MPME's no Brasil.

 

As empresas com faturamento bruto anual de até R$ 90 milhões, de controle nacional, podem crescer e inovar contando com os diversos benefícios.

Pronaf Mais Alimento

Objetivo: Apoio financeiro a atividades agropecuárias ou não agropecuárias, para implantação, ampliação ou modernização da estrutura de produção, beneficiamento, industrialização e de serviços, no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais próximas, de acordo com projetos específicos, destinando-se a promover o aumento da produção e da produtividade e a redução dos custos de produção, visando à elevação da renda da família produtora rural.

Beneficiários: Pessoas Físicas enquadradas como agricultores familiares no PRONAF.

Itens financiáveis: São financiáveis itens diretamente relacionados com a implantação, ampliação ou modernização da estrutura das atividades de produção, de armazenagem, de transporte ou de serviços agropecuários ou não agropecuários, no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais próximas, observado o disposto no MCR, tais como:

Construção, reforma ou ampliação de benfeitorias e instalações permanentes; Obras de irrigação, açudagem, drenagem, proteção e recuperação do solo; Florestamento, reflorestamento e destoca; Formação de lavouras permanentes; Formação ou recuperação de pastagens; Aquisição de máquinas e equipamentos novos de provável duração útil superior a 5  (cinco) anos;

Aquisição de instalações, máquinas e equipamentos novos de provável duração útil não superior a 5 (cinco) anos; Aquisição de máquinas e equipamentos usados, com certificado de garantia; Eletrificação e telefonia rural; Recuperação ou reforma de máquinas e equipamentos; Em projeto de implantação de cultura permanente, gastos com tratos culturais (fertilizantes, adubos, corretivos de solo etc.) até a ocorrência da primeira safra em escala comercial, desde que os gastos para a implantação da cultura também estejam sendo financiados; Em pecuária, gastos tradicionalmente considerados como de custeio, tais como aquisição de larva, pós-larva, pintos de um dia e ração, desde que ocorram até a primeira safra em escala comercial e que os demais gastos de implantação do projeto estejam sendo financiados;Gastos com assistência técnica até 2% (dois por cento), a cada ano, do saldo devedor do financiamento;

Proteção, correção e recuperação do solo, inclusive a aquisição, transporte e aplicação dos insumos para estas finalidades; Aquisição de tratores, colheitadeiras, implementos e embarcações;

O crédito para aquisição de veículos, em qualquer linha, deverá observar  o disposto  nos  itens  3-3-7 e 3-3-8 do Manual de Crédito Rural – MCR .

Taxa: 2,5% a.a. para operações de até R$ 10 mil; 4,5% a.a. p ara as demais operações com valor R$ 10 mil a 30 mil e 5,5%a.a.a para operações acima de 30mil reais.nual de Crédito Rural – MCR .

Prazo / Carência: Até 12 anos e  até 2 anos de carência.

Limite de financiamento: R$ 300 mil, para as atividades de suinocultura, avicultura e fruticultura;* R$ 150 mil, para as demais.

Participação: Até 100%

Vigência: 30.06.16 - CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 16/2015-BNDES de 01.07.2015.

Circular: CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 16/2015-BNDES - 01.07.2015.

Pronaf Mais Alimento

Objetivo: Apoio financeiro a atividades agropecuárias ou não agropecuárias, para implantação, ampliação ou modernização da estrutura de produção, beneficiamento, industrialização e de serviços, no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais próximas, de acordo com projetos específicos, destinando-se a promover o aumento da produção e da produtividade e a redução dos custos de produção, visando à elevação da renda da família produtora rural.

Beneficiários: Pessoas Físicas enquadradas como agricultores familiares no PRONAF.

Itens financiáveis: São financiáveis itens diretamente relacionados com a implantação, ampliação ou modernização da estrutura das atividades de produção, de armazenagem, de transporte ou de serviços agropecuários ou não agropecuários, no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais próximas, observado o disposto no MCR, tais como:

Construção, reforma ou ampliação de benfeitorias e instalações permanentes; Obras de irrigação, açudagem, drenagem, proteção e recuperação do solo; Florestamento, reflorestamento e destoca; Formação de lavouras permanentes; Formação ou recuperação de pastagens; Aquisição de máquinas e equipamentos novos de provável duração útil superior a 5  (cinco) anos;

Aquisição de instalações, máquinas e equipamentos novos de provável duração útil não superior a 5 (cinco) anos; Aquisição de máquinas e equipamentos usados, com certificado de garantia; Eletrificação e telefonia rural; Recuperação ou reforma de máquinas e equipamentos; Em projeto de implantação de cultura permanente, gastos com tratos culturais (fertilizantes, adubos, corretivos de solo etc.) até a ocorrência da primeira safra em escala comercial, desde que os gastos para a implantação da cultura também estejam sendo financiados; Em pecuária, gastos tradicionalmente considerados como de custeio, tais como aquisição de larva, pós-larva, pintos de um dia e ração, desde que ocorram até a primeira safra em escala comercial e que os demais gastos de implantação do projeto estejam sendo financiados;Gastos com assistência técnica até 2% (dois por cento), a cada ano, do saldo devedor do financiamento;

Proteção, correção e recuperação do solo, inclusive a aquisição, transporte e aplicação dos insumos para estas finalidades; Aquisição de tratores, colheitadeiras, implementos e embarcações;

O crédito para aquisição de veículos, em qualquer linha, deverá observar  o disposto  nos  itens  3-3-7 e 3-3-8 do Manual de Crédito Rural – MCR .

Taxa: 2,5% a.a. para operações de até R$ 10 mil; 4,5% a.a. p ara as demais operações com valor R$ 10 mil a 30 mil e 5,5%a.a.a para operações acima de 30mil reais.nual de Crédito Rural – MCR .

Prazo / Carência: Até 12 anos e  até 2 anos de carência.

Limite de financiamento: R$ 300 mil, para as atividades de suinocultura, avicultura e fruticultura;* R$ 150 mil, para as demais.

Participação: Até 100%

Vigência: 30.06.16 - CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 16/2015-BNDES de 01.07.2015.

Circular: CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 16/2015-BNDES - 01.07.2015.

Finame Agrícola

Objetivo: Itens novos, isoladamente ou não: tratores e implementos associados, colheitadeiras e suas plataformas de corte, e equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento de café, e pulverizadores autopropelidos, montados ou de arrasto, com tanques acima de 2.000 (dois mil) litros e barras de 18 (dezoito) metros ou mais; e Itens usados: tratores e colheitadeiras com idade máxima de oito e dez anos, respectivamente, isolados ou associados com sua plataforma de corte, pulverizadores autopropelidos, montados ou de arrasto, com tanques acima de 2.000 (dois mil) litros e barras de 18 (dezoito) metros ou mais, plantadeiras usadas e semeadoras usadas com idade máxima de cinco anos, revisados e com certificado de garantia emitido por concessionário autorizado.

Beneficiários: Produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas; e Cooperativas de produtores rurais.

Itens financiáveis: Tratores e implementos associados; colheitadeiras e suas plataformas de corte; equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento de café; e pulverizadores autopropelidos, montados ou de arrasto, com tanques Itens usados, revisados e com certificado de garantia emitido por Concessionário Autorizado: tratores e colheitadeiras com idade máxima de oito e dez anos, pulverizadores autopropelidos, montados ou de arrasto, com tanques acima de 2.000 (dois mil) litros e barras de 18 (dezoito) metros ou mais. respectivamente, isolados ou associados com sua plataforma de corte; e acima de 2.000 (dois mil) litros e barras de 18 (dezoito) metros ou mais, plantadeiras usadas e semeadoras usadas com idade máxima de cinco anos.

Taxa: 7,5% a.a  MPME e  9,0% a.a  Média grande e Grande empresa.

Prazo Carência: Itens novos: até 8 (oito) anos.

Participação: Até 100% (cem por cento) do valor dos bens objeto do financiamento,quando o financiamento se destinar a produtores enquadrados comobeneficiários do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), conforme disposto no MCR 8-1; ou Até 90% (noventa por cento) do valor dos bens objeto do financiamento,nos financiamentos destinados aos demais beneficiários não enquadrados no Pronamp.

Circular: CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 07/2015-BNDES.

Vigência: 30.06.2016